Notícias

16
mar
2018
    Publicidade
Apreciadores #33 – Qual a pedida para o verão?

A edição 33 da Revista da Cerveja perguntou aos apreciadores qual a cerveja que eles mais tomam no verão, já que essa estação pode ser sinônimo de muitas coisas, inclusive de cerveja. Entre estilos amargos, doces, ácidos, cítricos, leves, encorpados ou não, há sempre um — ou mais — que se destaca no paladar do apreciador. Pré-requisitos para a escolha? Refrescância, leveza, equilíbrio e frescor — sem esquecer de aromas e sabores, importantes nas quatro estações do ano. Confira sobre cada uma das preferências:

Foto: Arquivo Pessoal

Frutadas e queridinhas

A Catharina Sour é um estilo novo que vem ganhando adeptos, ainda mais nessa época do ano. Boa para matar a sede, sua refrescância é aliada a uma dose generosa de frutas e esse conjunto ganhou espaço no paladar da Márlya Câmara, de Florianópolis/SC. A outra eleita para o verão da apreciadora é a Witbier, de preferência com limão e coentro que, para ela, traz condimento, equilíbrio e frescor. A preferência pelas frutadas não deixa as IPAs de fora. Márlya acredita que o estilo vai muito além do amargor característico. É uma felicidade na taça!

 

Foto: Arquivo Pessoal

Uma estação para muitos estilos

Quem ainda se recorda do primeiro estilo que apreciou? Natural de Jundiaí/SP, Thiago Sobrinho ainda sente o gosto daquela Amber Lager que foi sua porta de entrada para o universo artesanal e acredita ser uma boa pedida para verão. Ele ainda cita a Bohemian Pilsner, que traz leveza e amargor na medida certa. Thiago diz que a Session IPA também cai como uma luva nessa época de férias. Ótima para curtir no churrasco e na reunião com amigos. E, por último, mas não menos importante, a APA que, com seu sabor e aroma inconfundíveis, se tornou a preferida do nosso apreciador.

 

Foto: Arquivo Pessoal

Aquela que acompanha o verão carioca

Tem coisa melhor do que juntar comida e bebida que remetem ao frescor nos dias quentes do verão carioca? Gabriela Serpa, natural do Rio de Janeiro/RJ, desconfia que não! Para combinar com a cara da estação, ela escolheu a Witbier, um estilo leve, de baixo teor alcoólico e com um toque de laranja, enredo que resulta num ar refrescante, tudo que ela deseja para viver os dias quentes da cidade maravilhosa. Gabriela gosta de apreciar o estilo acompanhado de comida japonesa.

 

 

Foto: Arquivo Pessoal

Verão nas terras do Sul

O gaúcho Márcio Monks, natural de Arroio Grande/RS, mesmo sendo acostumado às frias terras do Sul do país, sabe bem o que beber no verão. O cervejeiro aposta na Witbier como um dos estilos que mais se encaixa à estação, por conta do seu aroma e sabor condimentados e cítricos, que, para ele, trazem a sensação de leveza e refrescância. Outra pedida de Márcio é a American IPA, que, com seus lúpulos americanos, traz uma característica cítrica marcante, além do amargor. Ambos ajudam a espantar o calor e saciar a sede. O trio de estilos do apreciador ainda é composto pela American Lager, que também cumpre seu papel.

 

Foto: Arquivo Pessoal

Acidez e refrescância

A engenheira agrônoma Isabelle Nami Regis, natural de Florianópolis/SC, depois que descobriu as cervejas artesanais, não as troca por nada. Para ela, a
grande variedade de opções mostra um mundo de sabores. Quanto à cerveja, particularmente nessa época de calor, o estilo que mais tem apreciado é a Catharina Sour, por conta de sua acidez, refrescância e mistura de frutas, combinação que considera surpreendente. Isabelle ainda recomenda como acompanhamento um belo prato de frutos do mar. Garante que a combinação fica 10!

 

 

Foto: Arquivo Pessoal

As Sours também conquistam

Para Érika Braga, sol, calor e sede combinam mesmo é com as Sours. O lado “azedinho” e a acidez do estilo, não assustam o paladar da paulista.O leve amargor dá um sabor todo especial para a bebida.