Notícias

14
abr
2017
    Publicidade
Caropreso com cerveja: Um brinde à vida nessa Páscoa

Por Luiz Caropreso, sommelier de cervejas, professor pela Doemens Akademie e diretor da BeerBiz – Cultura Cervejeira.

É com muita felicidade que estou comemorando um ano nesta coluna, falando sobre uma de minhas paixões: as harmonizações de comidas com cervejas. Quero aproveitar a proximidade da Páscoa e propor combinações para alguns pratos que costumamos servir nessa festa cristã. Mesmo aos que tem outra orientação religiosa, ou até para quem não segue nenhuma religião, vale aproveitar o melhor que as cervejas podem nos proporcionar quando inseridas no contexto da gastronomia.

  • Bodebrown Blanche de Curitiba com bolinhos de bacalhau

A Cervejaria Bodebrown elaborou essa Witbier, de 5,7% de álcool, ganhadora de medalha de ouro no Festival Brasileiro de Cerveja de  2017, para homenagear a cidade de Curitiba/PR, onde está instalada, pelos seus 319 anos de fundação. Muito refrescante, cítrica, com casca de laranja e semente de coentro nos aromas e no paladar. A acidez dessa Witbier “brazuca” vai cortar a gordura da fritura dos bolinhos de bacalhau, deixando o palato preparado para novas mordiscadas.

cervejaria-bodebrown-blanche-de-curitiba_1470932129

 

  • Motim Canudos Saison com tainha recheada ao forno

Peça ao seu peixeiro para limpar a tainha, retirando as espinhas, mas mantendo o peixe inteiro. Prepare um pirão com camarões sem casca, tomate, cebola, alho, cheiro verde e farinha de mandioca. Recheie o peixe e costure, ou amarre com barbante culinário para não deixar o pirão escapar. Leve ao forno em uma assadeira, e regue com azeite. Sirva com a Canudos da carioca Motim Brew. Seca, com 6,3% ABV, apresenta aromes herbais e de grama cortada. Na boca se apresenta cítrica com toques rústicos, muita refrescância e drinkability. Leve adstringência proveniente dos taninos, bem inseridos. Uma combinação deliciosa com a tainha recheada.

canudos_500ml

 

  • Bragantina Red IPA com perna de cabrito com brócolis e batatas coradas

Esse assado tem uma característica: apesar do sabor marcante da carne de cabrito, é bem equilibrado pelos condimentos de origem mediterrânea com os quais é preparado. Quero indicar, para acompanhar, a Red IPA, medalha de prata no Concurso Brasileiro de Blumenau, elaborada pela Cervejaria Bragantina, de Bragança Paulista/SP. Sua apresentação, com tonalidades avermelhadas e uma espuma rosácea, já é um presente para os olhos. Com 6,7% de ABV, apresenta aromas cítricos e de frutas tropicais. Entrega amargor assertivo e álcool suficientes para “encarar” os sabores e a untuosidade marcantes do cabrito, além do residual delicioso de frutas que permanece no fundo de boca.

bragantina-57

 

  • Wäls Cuvée Carneiro 2015 com leitão pururucado e com os chocolates da sobremesa

Esta preciosidade criada pela Cervejaria Wäls, de Belo Horizonte/MG, foi premiada na última edição do M Beer Contest do Mondial de Lá Bière. Uma Wood Aged potente e complexa, com 11% de teor alcoólico. No nariz, amadeirado, frutas negras passas, xerez, vinho do porto, especiarias como noz moscada e pimenta em grãos. Na boca, textura licorosa, alto dulçor, médio amargor e alguma acidez. Essa delicia irá combinar com carnes potentes, como o leitão à pururuca que estou sugerindo, mas reserve uma ou duas taças  para acompanhar os bombons e chocolates que o “coelhinho da Páscoa” vai trazer.

cuvee-carneiro

 

Pra encerrar, Páscoa é o renascimento de Cristo. Aproveite para reavivar os bons sentimentos para com as pessoas que vocês amam. Uma Páscoa maravilhosa a todos.