Edições

Edição #18 - Setembro/ Outubro 2015

Lúpulo brasileiro, Campeonato Mundial e desenvolvimento

O ano de 2015 tem sido generoso com o movimento cervejeiro nacional. A produção criativa, premiada e em crescimento de muitas cervejarias, a proliferação de eventos pelo país, a questão tributária em discussão nas mesas de nossos representantes, um mercado aquecido mesmo no chamado “tempo de crise” – motivos para todo entusiasta continuar acreditando no desenvolvimento da cena cervejeira brasileira. Ainda mais quando o país é escolhido para sediar pela primeira vez o Campeonato Mundial de Sommeliers de Cerveja (BSWC), evento promovido pela alemã Doemens Akademie e que fez com que os olhos do mundo se voltassem para o Brasil. O 4ª BSWC foi realizado durante o Degusta Beer & Food, evento paralelo à feira Brasil Brau – que, aliás, ganhou força este ano através do acordo de cooperação firmado com a Drinktec. A edição 18 traz a cobertura de todos esses eventos que movimentaram o mercado nacional. Na capa, um ídolo dos cervejeiros: o lúpulo.

Lúpulo nacional, sonho ou realidade?

A produção brasileira de lúpulo, considerada decisiva para nossa explosão cervejeira, é a segunda reportagem da série Insumos Made in Brazil, que na edição 17 falou sobre leveduras. É possível produzir lúpulo no Brasil? Para responder a essa pergunta, vários olhares de especialistas de diferentes áreas – pesquisa, consultoria, produção – analisando quais as condições e potenciais deste plantio em terras brasileiras. Incipiente, com grandes limitações climáticas, o fato é que uma produção nacional desse insumo traria uma nova realidade para o setor no Brasil. São diversos pontos, registrados em uma ampla matéria. O mercado das artesanais, apesar da conjuntura, está muito aquecido, inclusive com grandes e surpreendentes operações, como a compra da mineira Wäls e da paulista Colorado pela Ambev – assunto que é tema do olhar acurado de nosso colunista Sady Homrich. Já no Espaço da Abracerva, o presidente da associação, Jorge Gitzler, explica a mobilização em torno da inclusão das cervejarias no Simples Nacional.

Gastronomia e histórias

As combinações entre cerveja e gastronomia são tema de dois de nossos colunistas: Daniel Martins e Ronaldo Rossi. Já a tradicional seção Harmonização traz a culinária espanhola com as criações da chef Belen Ruiz, harmonizadas pelo sommelier Vinícius Santiago. Falando em comida, Bem Servido traz bares que levam cerveja artesanal a verdadeiros centros gastronômicos e culturais: os mercados públicos. A edição também traz a história da Cervejaria Polka, fundada por João Ruschel em 1893 na cidade gaúcha de Feliz, que recentemente ganhou o título de capital estadual da cerveja artesanal. Direto do cerrado, a Cervejaria Goyaz conta sua história e de sua Colombina. Também uma entrevista com Fal Allen, da cervejaria Anderson Valley (EUA), e com Scott Ashby, norte-americano que fez e faz história na cena nacional. Especial para os homebrewers, a coluna de Ricardo Rosa e a receita de uma Bière Brut, cerveja adequada ao momento de festas de fim de ano que se aproxima. Saúde!