Notícias

13
set
2018
    Publicidade
Quatro dicas para degustar corretamente a cerveja

Consumir cerveja não é simplesmente ingeri-la. Algumas dicas podem ser seguidas para que o apreciador possa aproveitar melhor a bebida e perceber melhor as suas características. Daniel Wolff, sommelier de cervejas e diretor da rede Mestre-Cervejeiro.com, ensina o passo a passo de como degustar uma boa cerveja. Veja abaixo:

Preparativos para uma degustação de cervejas:

– Boas cervejas

– Taças limpas e adequadas para cada tipo da bebida

– Ambiente arejado e livre de aromas fortes

– Bloco de notas, papel ou lápis

– Boa companhia (opcional, mas recomendado. Vale a pena uma degustação em grupo, assim é possível degustar uma variedade maior de cervejas).

Passo a passo: como degustar 

1) Visual: Este é o primeiro passo. Após servir, é importante observar três itens principais: cor, brilho e espuma. “A cor da cerveja pode variar do amarelo-palha ao preto, seu brilho pode variar de límpida, levemente turva até completamente turva”, explica Wolff. “Entre as características da espuma, pode-se avaliar a quantidade formada, cor, cremosidade, tamanho das bolhas e persistência. A espuma é um ótimo indicativo da qualidade e saúde da cerveja”.

2) Aroma: No segundo passo, Wolff aconselha levemente agitar a taça ou copo para liberar os aromas da cerveja, aproximar o nariz e dar uma boa “cheirada”. “Aqui é interessante perceber a intensidade e complexidade dos aromas. O que eles remetem? Frutas, madeira, cereais, chocolate. A lista é imensa”, completa o sommelier.

3) Paladar: No terceiro passo, a dica é preencher a boca com a cerveja e deixar ela passear um pouco. “Tente identificar os gostos básicos (amargo, azedo, doce, salgado e umami) que está sentindo. Perceba a carbonatação e o “peso” da cerveja na língua (corpo). Agora engula a cerveja. Que gostos sobram na boca? Estes gostos finais compõem o que se chama de retrogosto e persistência aromática”, comenta.

4) Final: Na última etapa vale a percepção da cerveja como um todo. Ela é uma cerveja refrescante? Os seus sabores são equilibrados? Como é a intensidade dos gostos? E a sua complexidade? Essas e outras perguntas ajudam a melhor entender e avaliar a cerveja degustada. Vale ainda pensar, com o que a cerveja poderia harmonizar? E principalmente: gostou da cerveja? “Pode ser um pouco difícil responder a todas essas perguntas quando se está começando. Neste caso, fazer a degustação com alguém mais experiente pode ajudar muito”, finaliza o executivo da rede Mestre-Cervejeiro.com

Foto: Divulgação