Theodosio Randon realiza melhorias no equipamento Hop Storm - Revista da Cerveja

Notícias

14
jun
2018
    Publicidade
Theodosio Randon realiza melhorias no equipamento Hop Storm

Lançado na Feira Brasileira da Cerveja de 2017, em Blumenau/SC, o equipamento da empresa de Caxias do Sul/RS agora conta com três novidades. O aparelho é utilizado para a realização de dry hopping e hop back.

Criado o exclusivamente pela Theodosio Randon com a consultoria do mestre-cervejeiro Alfredo Ferreira, o Hop Storm é focado na eficiência em adição tardia de lúpulo no mosto aquecido, e também em realização de hop back. O equipamento tem capacidade para até 20kg de lúpulo (pellet ou flor) e é ideal para cervejas com aroma intenso.

A novidade da máquina é que agora ela possui uma bomba com inversor de frequência para facilitar o processo de dry hopping; um equipamento em cima de um skid com rodas de movimentação, para facilitar o uso do equipamento, e uma entrada de CO2 para facilitar o processo de descarte e retorno de cerveja.

Foi um aparelho inédito. “Quando entramos no mercado, quisemos revolucionar e oferecer algo diferenciado”, afirma Leandro Schimanski, da Rondon. “É um sistema para fazer dosagens de lúpulo com o mosto aquecido que tem uma economia de lúpulo aromático bastante significativa”, detalha Alfredo.

Além de ganhar em tempo de produção, o cervejeiro também ganha em economia de lúpulo. Tarsis, cervejeiro da Cervejaria Madalena, conta que fazia o dry hopping manualmente em cinco dias, e hoje demora apenas quatro horas para realizar o processo, devido ao auxílio do Hop Storm.

Para conferir outros produtos da Theodosio Randon, acesse o site.