A importância das matérias-primas na qualidade

Texto: Emílio Chagas / Foto: Divulgação

Formado mestre-cervejeiro pela VLB Berlim, da Alemanha, em 2011, Fernando começou a sua relação com a cultura cervejeira na Schincariol em 2009, logo após a conclusão da faculdade, na função de trainee industrial. Depois disso, passou pela Brasil Kirin do Ceará e de São Paulo, pela Heineken, também de São Paulo, até chegar à Dama Bier em 2018. Dentro do setor industrial cervejeiro, revela, já atuou nas áreas de engenharia, qualidade e processos industriais, como coordenador, gerente e especialista.

Quer ler a matéria completa? Adquira a edição 47 da Revista da Cerveja.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*