ABCerveja: decifrando o drinkability

Brinde de cerveja

No Brasil, há quem traduza como “bebabilidade”, mas o termo vai além, envolvendo aspectos técnicos e sensoriais. José Raimundo Padilha, sócio no The Beer Planet, professor na ESCM e colunista da Band News, explica o que é drinkability. 

“Drinkability é aquela habilidade que uma cerveja tem de ser bebida aos grandes goles, uma taça atrás da outra. É a cerveja que acaba primeiro na geladeira, o barril que ronca antes dos outros”, explica.

Drinkability não tem nada a ver com o fato de a cerveja ser gostosa ou não, acrescenta. Para ele, existem cervejas deliciosas que não se consegue beber uma segunda taça. “São cervejas de sabor riquíssimo, complexo, sofisticado, mas que enjoam rápido, sem que a gente perceba”, registra o expert.

“Em compensação, existem cervejas que você não sente vontade de parar de beber, mesmo que o sabor não seja assim tão incrível. São aquelas que você não dá a mínima por elas, mas que são as primeiras a acabar, isso é o drinkability”, define.

Quer ler a coluna completa? Adquira a edição #36 da Revista da Cerveja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*