Caropreso com cerveja: bons amigos e boas cervejas

Por Luiz Caropreso, sommelier de cervejas, professor pela Doemens Akademie e diretor da BeerBiz – Cultura Cervejeira.

Olá, meus amigos cervejeiros e devotos da deusa Ceres! Dia 20 de julho comemora-se o Dia do Amigo. Quero pedir licença ao meu editor para fazer um agradecimento a amigos que me presentearam com cervejas memoráveis. Aliás, infelizmente não vejo alguns deles há anos, mas sempre estarão em minha memória afetiva pelo convívio que tivemos e pelo carinho com que me presentearam. Vou quebrar uma regra que sempre respeitei, desde que comecei a escrever esta coluna – de citar pelo menos três cervejas brasileiras. É que não poderia perder esta oportunidade. Quero aproveitar e estender minha gratidão e apreço a todos os meus amigos, cervejeiros ou não.

Tupiniquim Orvalho – Uma American Pale Ale superpremiada que leva malte de cevada e de trigo, além de aveia e trigo em flocos, elaborada pela Cervejaria Tupiniquim, em Porto Alegre/RS, com 5,6% ABV. Esta deliciosa cerveja foi um presente do João Teófilo Peres, aluno da última turma da Brau Akademie, em São José do Rio Preto/SP. A Orvalho faz jus ao nome. É refrescante e perfumada como o orvalho de uma manhã de outono no campo. Exala cítricos e florais, além de um insinuante herbal. Para harmonizar, uma focaccia de linguiça calabresa com tomates frescos, azeite e cebola. Vai bem também com uma caponata de berinjela acompanhada por fatias ligeiramente tostadas de pão italiano.

Duvel Tripel Hop Citra – Este foi um mimo de outra ex-aluna, a querida Michelle Rubido Rosas. Acredito que a marca Duvel ostentada no rótulo já é referência mais do que suficiente para esta Belgian IPA de 9,5% de álcool. As Duvel Tripel Hop são edições anuais elaboradas pela Brouwerij Duvel Moortgat, de Puurs, Bélgica, sempre com uma versão de lúpulo diferente. Neste ano, a variedade escolhida foi a estadunidense Citra, que traz para a cerveja aromas e sabores cítricos como limão siciliano e de frutas tropicais. Para harmonizar, uma iguaria de um peixe de rio: costelinhas de tambaqui acompanhadas de molho tártaro.

Traquaire Jacobite Ale – Um presente do Fabio Cesnik nos áureos tempos do Melograno. Esta Wee Heavy produzida na Escócia pela Traquair House Brewery Lld, com 8% ABV e de coloração acastanhada, traz notas de malte, caramelo, castanhas e madeira, com um residual inebriante proveniente do scotch que foi envelhecido nos mesmos barris em que esta cerveja foi maturada. Acompanhe com bolos úmidos, preparados com alguma bebida alcoólica, como rum ou conhaque, frutas passas e nozes.

Westbrook Gose – Um “regalo” oferecido pelo amigo René Aduan Jr. Para quem não conhece o estilo, um aviso: as Gose levam sal em sua receita. Isso, no entanto, não as torna desagradáveis, muito pelo contrário. Produzida pela Westbrook Brewing Co. da Carolina do Sul, EUA, tem apenas 4% de teor alcoólico. É muito leve, ácida e ligeiramente salgada. Harmoniza perfeitamente com frutos do mar e comidinhas de praia. Aliás, não entendo o porquê de este estilo não ser mais popular no Brasil, pois tem tudo a ver com verão e praia.

Westvleteren XII – A cerveja mais icônica do mundo também foi um presente de um ex-aluno, o Leonardo Dias Pereira. Com toda certeza, quem ainda não provou tem o desejo de fazê-lo. Elaborada pela Brouwerij Westvleteren (Sint-Sixtusabdij van Westvleteren) no mosteiro de mesmo nome, na Bélgica, a Quadrupel referência do estilo tem 10,2% de álcool e se apresenta na taça com extrema complexidade. Textura licorosa, aromas de frutas negras, caramelo, tostados, algum defumado e dezenas de perfumes que se abrem na taça conforme ganha alguns graus de temperatura. Minha dica é servi-la com todo cuidado numa bela taça – de preferência a taça da própria Westvleteren – e harmonizar com um confortável sofá e alguma música de sua preferência. Sugiro um bom jazz, com Thelonious Monk, ou blues, com Robert Johnson.

E não se esqueçam: a cerveja propicia o encontro dos bons amigos. Cultivem esse hábito e viverão muito mais felizes.

Até o próximo mês!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*