Fábrica: Farol iluminando a cena cervejeira

Farol

Além de ser uma cervejaria pioneira, produzir boas cervejas, sempre variando os seus estilos, a Cervejaria  Farol também é uma atração turística da cidade de Canela/RS. Ao lado de Gramado e Nova Petrópolis elas atraem milhares de turistas de todo o país, especialmente no inverno, para a Serra Gaúcha. Capitaneada pelo cervejeiro Mateus José da Silva, a Farol está instalada numa bela fábrica de inspiração germânica.

Em 1999, Mateus se formou em Enologia em uma escola federal de Bento Gonçalves, cidade gaúcha da  região serrana conhecida pela sua tradição vinícola. Em 2000, passou a trabalhar na extinta cervejaria Estação Z, em Canela. Paralelamente a isso, fez o curso de cervejeiro em Vassouras/RJ.

“A cervejaria Farol, inaugurada em Canela no ano de 2003, vinda de uma história de mais de 250 anos, existiu na Alemanha até a década de 1940. Lá ela foi extinta e as atividades foram retomadas em Canela, para buscar a qualidade de cerveja, que, na época, no Brasil, era muito difícil de encontrar”, diz.

Na sequência das suas lembranças, recorda que a Farol tinha, então, seis sócios, sendo apenas um deles brasileiro — os outros eram todos  alemães. Hoje a sociedade é composta por Mateus e o Bausch Group. “A ideia sempre foi trazer para o Brasil um pouco da cultura de fazer cerveja de acordo com a Lei de Pureza, aliando a produção da cerveja com a gastronomia típica alemã.”

O nome foi inspirado no projeto da fábrica, que possui um farol de 30  metros de altura, que se transformou em um ícone turístico da cidade e da região. A proposta da cervejaria, segundo Mateus, é a mesma há mais de 15 anos: focar na qualidade das cervejas e da gastronomia, aliada ao bom atendimento, buscando se afirmar como um diferencial turístico da região.

Quer saber mais? Adquira a edição #37 da Revista da Cerveja.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*