Grupo de mulheres apaixonadas por cervejas artesanais comemora cinco anos com festa on-line 

A Comadria Lulupulinhas, comunidade formada apenas por mulheres, se reúne todos os meses para aprender, degustar e compartilhar informações sobre cervejas artesanais, desde 2015. Com a pandemia do novo coronavírus, os encontros mensais foram suspensos. Porém, a necessidade de compartilhar e celebrar o 5° aniversário do grupo fez com que as participantes buscassem um jeito seguro de se encontrar. Por isso, organizaram uma festa online de aniversário que acontece hoje, dia 31 de julho, às 20h, via Google Meet. 

“Aos longos dos últimos 5 anos sempre nos esforçamos muito para estarmos juntas, conversando, apreciando e aprendendo sobre o mundo das cervejas artesanais. Não poderíamos deixar nosso 5° aniversário passar em branco, então veio a ideia de elaborarmos um kit de aniversário com uma cerveja artesanal e um bolinho para nos reunirmos e celebrarmos virtualmente”, conta Lindslei Antunes, coordenadora das Lulupulinhas Comadria.

Para ajudar na missão de organizar o aniversário on-line, o grupo contou com a ajuda do projeto Cerveja Fora da Caixa. “O kit de aniversário das Lulupulinhas foi elaborado pensando em um brinde. Para isso, escolhemos uma cerveja à base de trigo de origem belga do estilo witbier, a Vitti Whatever Cervejaria harmonizada com um cupcake de laranja especialmente concebido para o evento”, explica Carolina Scheibe, sommelier de cervejas do Cerveja fora da Caixa.

Sobre o Cerveja fora da Caixa

O projeto criado pela jornalista Nina Machado, da Comando News – Comunicação & Conteúdo, pela sommelier de cervejas Carolina Scheibe, da Whatever Cervejaria e Mariana Celestrino, confeiteira da Di Mari Doceria Artesanal, visa popularizar o acesso à experiências de harmonizações de cerveja com comida. Para mais informações sobre o Cerveja fora da Caixa acesse www.instagram.com/cervejaforadacaixa.

Sobre as Lulupulinhas

Criada em 2015, a comadria Lulupulinhas tem o intuito de estimular e criar um ambiente de amizade e aprendizado em torno da cerveja artesanal. Quando a sommelière Lindslei Monteiro Antunes, reuniu um grupo de amigas pela primeira vez a cerveja artesanal ainda era um assunto dominado pelos homens.

“Há cinco anos lancei um desafio à donos de bares e cervejarias artesanais de Curitiba: receber um grupo mulheres curiosas ávidas por conhecer e provar os mais variados estilos de cervejas artesanais que começavam a despontar no Brasil”, lembra Lindslei. A iniciativa deu tão certo que hoje o grupo é formada por mais de 80 mulheres, já passou por mais de 40 estabelecimentos entre bares e cervejarias artesanais do Paraná e Santa Catarina.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*