Hidromelaria nacional com a Old Pony

Texto: Letícia Garcia | Foto: Divulgação

Com quatro anos de produção profissional de hidroméis, empresa busca fomentar este mercado com produtos, consultorias e muita informação.

“Desde criança, fui aficionado por literatura fantástica e um geek convicto. Então o hidromel sempre fez parte da minha formação, de uma forma ou de outra”, começa contando Alexandre Augusto Peligrini, sócio na Old Pony Meadery (SP). A produção de hidromel começou como um hobby em 2013, num momento de transição para ele. “Fiquei desempregado por conta da crise e precisava de um hobby para manter a mente ativa. Resolvi, então, comprar uma panela para produzir cerveja.

Durante os estudos, descobri que o hidromel era uma bebida que realmente tinha existido no mundo real — até então, achava que era apenas literatura fantasiosa.” Os primeiros 20 L levaram a uma segunda brassagem, e a uma terceira, então veio a ideia de profissionalizar para atender à demanda que começava a surgir. Com MBA em Gestão Estratégica de Negócios e em Finanças e Controladoria, Alexandre juntou-se aos atuais sócios Gustavo Cabral Trabulsi e Marcos Antônio Rodrigues e regularizou a hidromelaria junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em 2015.

Quer ler a matéria completa? Adquira a edição 44 da Revista da Cerveja.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*