KHS pensando na sustentabilidade

Innoket Neo

O assunto sustentabilidade é pauta forte para empresas que fornecem embalagens. As preocupações não contemplam apenas economizar no processo de produção, mas também reduzir o impacto dos produtos. Pensando nisso, a KHS oferece sistemas comprovados pelo mercado para enfrentar os desafios sustentáveis.

A KHS é parceira da indústria de bebidas há 150 anos e assume que embalagens pet estão atualmente em foco. A marca está criando inovadoras máquinas de embalagem, benéficas para produtores e consumidores. A maneira de produzir embalagens primárias e secundárias cada vez mais sustentáveis​envolve duas linhas principais de abordagem: reciclar e reduzir.

No primeiro, o material de embalagem deve ser mantido em circulação constante, sempre que possível, para ser recuperada, processada e continuamente reutilizada. No segundo, muitas maneiras diferentes são encontradas usando menos material de embalagem, a fim de economizar recursos e evitar desperdícios.

FreshSafe PET®: o único sistema de barreira totalmente reciclável

Um grande passo para a engenharia sustentável é melhorar a reciclabilidade das garrafas pet. Com o FreshSafe PET® — um sistema de revestimento por plasma patenteado — a KHS fornece o único sistema de barreira reciclável até hoje, que aumenta significativamente a proteção do produto. O interior do recipiente é revestido com uma camada protetora de óxido de silício (SiOx) ou vidro quimicamente puro, substituindo aditivos. O sabor do produto é mantido, as bebidas têm uma vida útil mais longa e a reciclagem total é possível devido a tecnologia do sistema.

Aumento da demanda por sistemas de rPET

Outra forma de melhorar ainda mais o equilíbrio ecológico é aumentar a quantidade rPET, ou seja, produzir uma pet com material já reciclado. Em cooperação com a Plastipack and Berlin, a KHS lançou uma garrafa pet de 0,5 L e 1 L totalmente reciclada. “É possível fabricar uma garrafa pet a partir de 100% rPET”, diz Arne Wiese, gerente de produtos da KHS.

“O pet quimicamente reciclado produz qualidades que correspondem exatamente às pet virgens e a qualidade varia dependendo do método de produção”, explica. No entanto, a qualidade do rPET afeta a estabilidade e o peso da garrafa. Isso significa que quanto menor a qualidade do material reciclado, mais estável a garrafa tem que ser.

O único problema em questão é que o rPET não é disponível na qualidade e quantidade necessária para uma alta demanda, como no Brasil, por exemplo. A Alemanha ostenta o maior percentual do produto, utilizando cerca de 32,6% para a fabricação de pets, sendo 65% usado na indústria de filmes ou têxteis. “O rPET está em falta em grande parte do mundo.”, conta Wiese.

Conceito completo de garrafas e formasTM

O programa de consultoria holístico, feito pela Bottles & ShapesTM, oferece compatibilidade na linha de sistemas de garrafas que atingem o equilíbrio certo entre custo e questões de sustentabilidade. “Isso exige uma riqueza de expertise que podemos fornecer com nossas décadas de experiência”, diz Wiese. Além disso, os sopradores de estrias KHS foram otimizados para que possam processar pré-formas que contêm até 100% de reciclagem e, alternativamente, biopolímero, a partir de matérias-primas renováveis.

“A relevância de utilizar esses materiais aumentará consideravelmente a sustentabilidade no futuro. Aqui, nós fornecemos os meios técnicos de gerar um aumento no valor agregado ao longo do tempo, enquanto também se economiza em recursos. É o caso do nosso novo lançamento, a InnoPET Blomax Series V , moldadores de sopro de estiramento”, diz Wiese.

Sistema Nature MultiPackTM

Com o desenvolvimento do Nature MultiPackTM, a KHS vem destacando seu nome como empresa sustentável. Nesse processo, as garrafas pet ou latas são mantidas juntas por vários adesivos, para que possam sem transportadas. O adesivo em si não prejudica a qualidade do material a ser reciclado, uma vez que é facilmente removida durante o processo de reciclagem.

O Nature MultiPackTM foi lançado para mercado sob o nome de Snap Pack. A Danone Waters fez o primeiro uso bem-sucedido deste sistema de embalagem quando lançou sua garrafa Prestige Pet para a Evian. Com isso, o lixo plástico é completamente evitado, pois não produz filmes para serem descartados.

“O atual debate sobre resíduos de embalagens aumentou ainda mais a nossa conscientização para sistemas de embalagem ambientalmente amigáveis. Todos nós levamos o assunto a sério e estamos trabalhando diretamente com empresas para a tentativa de reduzir a poluição do plástico. No final, somos todos consumidores e todos nós temos clara responsabilidade por nossas ações”, finaliza Klumpe.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*