Livro: Filosofia no cotidiano

Livro organizado por Steven D. Hales propõe pensar diversos tópicos filosóficos a partir da perspectiva da cerveja.

“A cerveja é um grande aglomerador de seres humanos, de todas as épocas, de todos os lugares da Terra, e essa onipresença em nosso cotidiano faz dela um veículo pelo qual podemos examinar as nossas vidas — e isso, querido leitor, é o começo da filosofia.”

É assim que o filósofo Steven D. Hales introduz “Cerveja e filosofia”, obra que reúne 15 artigos de diversos profissionais, de filósofos a cervejeiros, para pensar a relação deste campo de estudo com a adorada bebida fermentada. Ela se torna um ponto de partida para as mais diversas discussões: sobre gosto, qualidade, prazer, amizade, verdade, ética, aliadas ao pensamento de célebres filósofos, ancestrais ou contemporâneos.

A exemplo de John Stuart Mill, pensador do século XIX, que defende que “a vida é melhor aprendendo a apreciar as qualidades mais admiráveis em vez de acumular grandes quantidades de prazeres de baixa qualidade” — uma sedutora aproximação com o “beba menos, beba melhor” defendido pelos cervejeiros artesanais, não?

Que ler a resenha completa? Adquira a edição #40 da Revista da Cerveja.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*