Livro: Heranças de Blumenau

Soila Freese relança “Ein Prosit Blumenau”, que reúne a história das antigas cervejeiras da cidade catarinense contadas principalmente pelos seus descendentes.

Nove anos separam as duas edições de “Ein Prosit Blumenau”. A ideia inicial, lá em 2007, nem era fazer um livro: “Eu trabalhava em uma produtora de vídeo e me pediram para escrever um pré-roteiro para produzir um documentário”, conta a autora. “Assim que comecei a pesquisa, percebi que não havia material para fazer nem um pré-roteiro, muito menos um documentário. Surgiu a necessidade de uma pesquisa de campo.”

A curiosidade pela cidade natal sempre a levou a buscar pela história regional, e daquela vez não foi diferente. Guiada pelos sobrenomes dos antigos cervejeiros, ela encontrou descendentes com ajuda da extinta rede social Orkut, e esses descendentes se tornaram as suas principais fontes. Foi assim que Soila reuniu as histórias de oito antigas cervejarias: Brandes, Feldmann, Hosang, Jennrich, Kellermann, Köepsel, Persuhn/Indaial e Rischbieter, todas fundadas entre o final do século XIX e o início do XX e espalhadas pelo Vale do Itajaí, por municípios que, na época, pertenciam às largas fronteiras de Blumenau.

Quer ler a matéria completa? Adquira a edição #37 da Revista da Cerveja.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*