Macuco comemora com festa o aniversário da sede

sócias Fernanda e Michelle

A cervejaria cigana Macuco, de Porto Alegre/RS, está comemorando neste sábado, 8, o primeiro ano da sede. O local funciona como ponto de encontro para quem deseja apreciar as “cervejas das gurias”, e estará aberto ao público das 15h às 23h.

A cigana Macuco é composta por duas mulheres: Fernanda Nascimento, sócia proprietária que também atua como cervejeira, cozinheira, administradora e gestora do negócio, e por Michelle Ferraz, também sócia e cervejeira. Como empresa, a Macuco nasceu em agosto de 2016, quando as sócias vendiam cervejas em feiras de rua.

Em julho de 2017 as cervejeiras lançaram os primeiros rótulos próprios e decidiram passar a produzir as cervejas que venderiam. Hoje, a Macuco conta 12 estilos no portfólio, produzidas nas cervejarias Continente e Ivoti. “Temos um triciclo equipado com quatro torneiras que nesses dois anos e meio tem sido nosso fiel escudeiro nos eventos de rua da cidade”, conta Fernanda.

Possuir um ponto de venda próprio já fazia parte dos planos das empreendedoras desde 2015. “Ter um espaço próprio está dentro do nosso conceito de ser uma cervejaria de mulheres com autonomia e independência”, explica Fernanda. Quando decidiram tirar do papel o projeto de possuir um local próprio, a escolha não veio por acaso:

“A sede tem como objetivo proporcionar aos moradores do Centro Histórico um espaço de revitalização e valorização do patrimônio e da cultura local. Somos a cerveja do Centro, aquela que as pessoas saem de casa de chinelos e passam ali para tomar. A sede nos aproximou ainda mais de nossos clientes, que já procuravam a Macuco nas feiras de rua e queriam tomar nossas cervejas em dias que não tinha feira.”

O aniversário

Foto: Arquivo Pessoal

Quem for à sede da Macuco no sábado, poderá participar de sorteios, brindes de copos, bottons, adesivos, tatuagens temporárias, além de experimentar um novo rótulo, preparado especialmente para a festa.

“Teremos o lançamento de uma Juicy IPA, produzida especialmente para nosso aniversário, com perfil frutado muito interessante e amargor na medida. Para ampliar nossas torneiras vamos levar o TukTuk, que também ajuda a dar vazão a venda das cervejas. Além disso, reservamos os últimos barris da Maria Joana, nossa cerveja com mel, e também da Cauábori, nossa session IPA com framboesa. Esses estilos só devem voltar ano que vem”, conta a sócia.

As cervejas que estarão nas torneiras são dos mais diversos estilos. No local, haverá dez tipos de cerveja: Pilsen, Weiss, Bergamota, Witbier, Honey Ale, Session IPA, Hop Lager, Double IPA, APA e o novo lançamento: a Juicy IPA.

O cardápio também não deixa a desejar. Preparados pela própria Fernanda, a sede oferece hambúrgueres produzidos a partir de um blend de carnes de primeira, com pouca gordura. “A carne é feita em cozimento lento, o que ajuda a manter a suculência, o sabor e a textura, preservando seu valor nutricional. É uma alta gastronomia em um lugar simples e confortável, com cara de casa da gente.”

A cerveja e a presença das gurias no mercado cervejeiro

Foto: Alexsandro Cabral

Conforme Fernanda, marcar presença feminina em um dos mercados mais machistas que existe, tanto no varejo quanto na produção, é motivo de orgulho. As sócias contam que, em dois anos e meio de trabalho, já ouviram piadas, sorrisos marotos e diversas formas de desrespeito quando se apresentam como mulheres cervejeiras.

“Mesmo assim, vejo que as coisas têm mudado bastante. Temos hoje, tanto em Porto Alegre como no Brasil, muitas mulheres envolvidas com o mercado cervejeiro. Lugar de mulher é onde ela quiser: no bar bebendo com as amigas, na cervejaria trabalhando ou atrás do balcão, servindo o cliente. Afinal, somos todas pioneiras em um mercado em crescimento”, finaliza Fernanda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*