Mondial de La Bière 2016: CERVEJAS ESPECIAIS LEVAM 48 MIL PESSOAS AO PIER MAUÁ

A 4ª edição do Mondial de La Bière Rio de Janeiro conseguiu bater ainda mais recordes que a do ano anterior. Além do aumento nos números – de público, de cervejarias, de espaço ocupado –, o evento trouxe muitas novidades. Trazemos aqui uma prévia do que rolou no Mondial – a cobertura completa estará em nossa edição #26.

De 12 a 16 de outubro, o Píer Mauá, às margens da Baía de Guanabara, virou palco mais uma vez deste grande encontro cervejeiro. Foram muitas as novidades da 4ª edição, a começar pelo terceiro armazém incorporado ao evento, tornando possível que estandes de 135 cervejarias e 25 food trucks estivessem presentes em 15,5 mil m². O palco foi armado na área externa, com vista para o mar, e passaram por ele quase 20 bandas nos cinco dias.

Foram 48 mil visitantes e mais de mil rótulos disponíveis. “Eu digo que o Mondial tem um papel de apoio e de mola propulsora”, define Luana Cloper, show manager da Fagga/GL Events, organizadora do evento no Brasil. “Os números do Mondial de La Bière mostram que a gente faz parte e está apoiando este crescimento, fazendo a divulgação de cervejarias e da cultura cervejeira. Nós somos um elo – o elo do evento. Ficamos felizes de ser a porta de entrada para muitos novos consumidores.”

_dsc1553

 

MBEER CONTEST

Mineiros e cariocas dominaram o MBeer Contest, premiação que aconteceu no segundo dia de Mondial. Destaque para a novata Overhop (RJ) que, com apenas dois meses e meio de existência, conquistou duas medalhas de ouro e as atenções do público, e para a veterana Wäls (MG), que levou três das 13 medalhas. O prêmio máximo ficou com a Backer (MG) e sua Bravo envelhecida em barril de amburana. Confira a lista completa de vencedores:

Medalha de Platina

Backer Bravo (MG)

 

Medalhas de Ouro

3Cariocas #TBT (RJ)

Bodebrown Cacau Wee (PR)

Mistura Clássica Hopi (RJ)

Noi Cioccolato (RJ)

O Motim Canudos (RJ)

Overhop Darkhop (RJ)

Overhop Hazy (RJ)

Serra Verde Imperial Mafia New York (RJ)

Three Monkeys India White Ale (RJ)

Wäls Cuvée Carneiro (MG)

Wäls Dubbel (MG)

Wäls Niobium (MG)

Zalaz Pazion (MG)

_dsc1657

A maturação em madeira, aliás, foi um dos destaques no evento, com diversas marcas apostando na consagração do estilo e surpreendendo muitos paladares. Formaram o júri do MBeer os especialistas Alex Ganivet-Boileau (Canadá), Daniel Martins, Daniel Wolff, Douglas Merlo, Élisabeth Pierre (França), Gabriel Di Martino, José Honorato, Neill Acer (EUA), Pedro Barcellos Teixeira e Simonmattia Riva (Itália).

A premiação pelo público nesta edição foi realizada por votação on-line, divulgada após o evento. O ouro ficou com a Hocus Pocus Overdrive (RJ), a prata com a Bodebrown/Stone Cacau IPA (PR/EUA) e o bronze com a RockBird/Antuérpia Umbu Brasilien Weisse (RJ/MG).

MASTER CLASS

As palestras este ano ganharam novo formato com a Bohemia Master Class. O projeto nasceu de uma parceria do Mondial internacional com a AB-Inbev e foi realizado inicialmente na edição canadense do evento, tendo a Goose Island como anfitriã. Por aqui, a Cervejaria Bohemia (RJ) apadrinhou os seminários e reuniu especialistas no Hotel Vila Galé, na Lapa, dias 13 e 14 de outubro. Alex Ganivet-Boileu, da Les Trois Mousquetaires (CAN), Neill Acer, da The Defiant Brewing Co. (EUA), e Marcelo Carneiro, fundador da Cervejaria Colorado (SP), abordaram temas como o envelhecimento em barris e a possibilidade de um estilo brasileiro de cerveja.

PÍER CERVEJEIRO

Foram muitos os lançamentos do Mondial de La Bière, e trouxemos grande parte deles aqui. O evento ainda trouxe novidades como o aumento no número de depósitos para expositores, a troca do papel-moeda pelo cartão do evento e a inclusão de 100 mL na marcação do copo, para incentivar a degustação de mais rótulos. “Quanto mais as pessoas souberem sobre cerveja, mais elas serão consumidoras boas e responsáveis e terão a mente aberta para passar boa informação”, defende Jeannine Marois, presidente do Mondial de La Bière e responsável pela organização internacional. Luana Cloper conclui: “Por trás de toda cerveja especial tem uma pessoa, e a melhor parte deste evento é o encontro de quem consome com quem produz”.

 

Mais novidades do evento e detalhes sobre o MBeer Contest, a Master Class e o “levante” de cervejarias cariocas que aconteceu por lá você confere em nossa edição #26, de janeiro e fevereiro de 2017.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*