New England Beer Calling — Era uma vez em Portland

Por Thiago Martini, beer sommelier, juiz BJCP, Certified Beer Server Cicerone e cervejeiro caseiro.

Na caminhada pelos quatro cantos da Nova Inglaterra em busca de cervejas, chegou a vez de ir até Portland, a maior cidade do Maine, no extremo nordeste americano. Muitas vezes Portland, a do Maine, é confundida com sua homônima do Oregon, lá no outro lado do país, na costa oeste. Embora a Portland da costa leste tenha apenas 10% da população da sua xará do Pacífico, as duas possuem algo em comum: a vocação por produzir boas cervejas.

A cidade é simplesmente a número 1 dos Estados Unidos em relação a quantidade de cervejarias per capita. Segundo a Brewers Association (BA), são 21 cervejarias para uma população de cerca de 66 mil habitantes. E aqui o ditado “quantidade não significa qualidade” definitivamente não se aplica, pois algumas das mais bem conceituadas cervejarias de todo o país estão por aqui.

Começo minha visitação pela Bissel Brothers, que é destaque na produção de New England IPAs. A cervejaria foi fundada em 2011, e apesar da fama, descobri que não só de NEIPAs ela vive, que também tem uma vasta linha de cervejas maturadas em barril de madeira, e que são disponibilizadas de tempos em tempos. O taproom é muito legal e é possível acompanhar toda a linha de produção do pub. A partir daí a chave do carro fica em posse da esposa, encarregada, neste momento, pela logística do roteiro cervejeiro.

Sendo assim, partimos para a Austin Brewing, uma pequena cervejaria muito requisitada pelos cervejeiros locais. Novamente vamos encarar mais NEIPAs juntamente com algumas Sours na mesa ao lado da adega de barris de madeira. O local parece mais a sala de estar de casa do que propriamente um brewpub, tamanha a preocupação dos proprietários em deixar o cliente confortável e bem atendido. Na verdade, eles não os consideram clientes, mas sim amigos.

O clima na rua começa a esfriar um pouco, portanto vamos nos aquecer em outra cervejaria. Neste momento chegamos em uma das cervejarias mais conhecidas do Maine em âmbito nacional. Estou falando da Allagash Brewing e a sua cultura de produzir quase que exclusivamente cervejas de estilos belgas. A produção vai desde uma refrescante Witbier até estilos mais complexos como Dark Strong Ales e toda uma coleção de cervejas maturadas em barril de madeira, como uma cerveja produzida com adição de mosto de uva e de cidra, ou ainda uma Dark Saison com morango.

Já com a lua brilhando na bela cidade costeira banhada pelo oceano Atlântico, finalizamos o tour na Lone Pine Brewery. Aqui a pegada é bem americana mesmo, com American Pale Ales e American IPAs sendo as protagonistas, e indo até as tão celebradas atualmente Pastry Stouts, com destaque para as Imperial Stouts, uma com adição de morango e chocolate e outra levando café, canela vietnamita e baunilha de Madagascar. Explosão de aromas e sabores que traz na complexidade um encantamento pelas cervejas produzidas com tanto cuidado e esmero.

Pesquisando mais a fundo a respeito da cena cervejeira de Portland, iniciada ainda no final do século 17, se observa um cuidado bastante grande com a comunidade local e pela sustentabilidade, com investimentos constantes em tecnologias limpas para a produção de cerveja, sempre com o objetivo de se manter como uma cidade acolhedora e extremamente amigável a todos que procuram por boas experiências cervejeiras. Grande abraço e boas cervejas!

>> Leia a última coluna de Thiago Martini

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*