O aprendizado da escola de cerveja alemã

A história da cerveja está intimamente ligada à Alemanha. Para muitos, o berço da sua origem. Mas, se não foi exatamente lá que ela surgiu, o certo é que é o país onde ela mais se desenvolveu ao longo dos séculos. O mestre-cervejeiro Gustavo Henrique Palhares de Miranda não tem dúvidas do peso da escola alemã de cerveja no mundo — e é com ela que iniciamos a série de reportagens sobre escolas cervejeiras.
Gustavo Miranda diplomou-se mestre-cervejeiro pela TU Berlin — VLB e sommelier de cervejas pela Doemens/Senac-SP. Também é engenheiro químico, com pós-graduações e MBA Executivo em Gestão Empresarial, e vem atuando profissionalmente na área cervejeira há mais de 40 anos em empresas nacionais e multinacionais.
Trabalhou com consultoria, desenvolvimento de projetos, formação de técnicos cervejeiros, qualificação e gastronomia, e atualmente ministra cursos e desenvolve trabalhos de treinamento e consultoria no mercado cervejeiro, individualmente e com parcerias. Para falar sobre a escola alemã ele começa fazendo um resgate da história da cerveja em terras germânicas, que, segundo conta, vem desde os tempos do Império Romano.
Leia a matéria completa sobre o livro na edição 52 da Revista da Cerveja.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*