O lúpulo como princípio

Hildegard Project

Projeto idealizado por cervejeiros de Porto Alegre/RS homenageia a abadessa Hildegard von Bingen, apresentando, de tempos em tempos, cervejas single hop, em rótulos inéditos e limitados, tendo o lúpulo como fio condutor de cada receita.

O projeto saiu do papel em dezembro de 2017, amparado por algumas mãos. Os seus criadores: Rosária Penz Pacheco, beer sommelier, juíza cervejeira de concursos nacionais e internacionais e consultora especializada em análise sensorial, João Henrique Xavier e Leonardo Paredes, sócios da Cervejaria Continente (RS), e Marcelo Viola, publicitário responsável pela criação de arte da marca.

Inspirados na história da abadessa Hildegard von Bingen — primeira pessoa a publicar cientificamente sobre o lúpulo e a sua utilização na cerveja —, eles resolveram produzir cervejas que enaltecessem o que cada variedade de lúpulo pode oferecer.

“Conversamos muito sobre as características do projeto até chegarmos ao pilar central que liga uma receita à outra: o lúpulo. Como trata-se de uma homenagem à abadessa Hildegard, escolhemos fazer cada cerveja single hop, com o lúpulo bem aparente”, explica Rosária, responsável pela criação das receitas.

Quer ler a matéria completa? Adquira e edição #39 da Revista da Cerveja.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*