Parte 2: lúpulo — criando raízes brasileiras

Concluindo o enfoque sobre o lúpulo da nova série sobre o quadro atual dos insumos cervejeiros no país, trazemos aqui a avaliação dos especialistas que abriram o tema na edição passada — produtores, pesquisadores, engenheiros agrônomos, consultores —, para as suas considerações finais sobre o assunto.

Dessa vez, eles avaliam cenários, cultivares, mercados, perspectivas e o futuro da produção da planta no Brasil. Terá ela efeito no volume cervejeiro a ser produzido daqui para a frente? Os preços serão tão competitivos quanto os do lúpulo importado?

Trará a tão esperada autossuficiência do gênero para o Brasil? Muitas perguntas, dúvidas e algumas certezas, como a de que uma produção nacional vai trazer mais frescor, já que será possível usar o lúpulo quase que instantaneamente após a colheita. Confira qual a realidade do plantio do lúpulo hoje no Brasil.

Quer ler a matéria completa? Adquira a edição #37 da Revista da Cerveja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*