Paulo Almeida e a trajetória de um paraíso cervejeiro

Proprietário do EAP, bar que é referência em cervejas artesanais, Paulo traz a sua avaliação da cena artesanal.

Um dos espaços cervejeiros mais icônicos do país, o Empório Alto dos Pinheiros, carinhosamente apelidado de EAP, reúne há muitos anos os apreciadores de cerveja de qualidade em São Paulo. Paulo José de Almeida Neto, 58 anos, é quase tão icônico quanto o seu bar, um apaixonado pela cultura cervejeira e conhecido de todos os que trabalham no setor.

Paulo vive em São Paulo/SP e trabalhou a vida toda com teatro e música, atuando como iluminador e produtor. Em 2007, resolveu, ao lado de sócios — a esposa Roberta Teixeira da Costa e o sogro Roberto Teixeira da Costa —, abrir um empório gastronômico. “A cerveja tinha lugar, mas não era o produto principal”, conta. “Em pouco tempo, estava apaixonado pelas cervejas artesanais e o EAP foi aumentando a oferta de rótulos, enquanto os outros produtos iam perdendo espaço, até que a cerveja dominou. Meu envolvimento foi crescendo junto.”

Quer ler a matéria completa? Adquira a edição #41 da Revista da Cerveja.

Foto: Letícia Garcia

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*