Profissão Cerveja: julgando cervejas!

Por Fernanda Meybom, engenheira química, sommelière e Mestre em Estilos e Avaliação de cervejas.

A imagem de passar um dia avaliando cervejas parece altamente divertida mas na realidade não é uma tarefa fácil, e está longe de ser o mesmo que beber uma cerveja numa festa ou no bar. Requer estudo, muito estudo! Um curso de Sommelier de Cervejas pode ser um começo entretanto, não é apenas com um único curso que o profissional já se torna capacitado para sair por aí avaliando cervejas.

Além de conhecimento profundo em estilos de cervejas, o profissional precisa identificar precisamente on e off-flavors conectando as características organolépticas da amostra avaliada com as etapas de processo produtivo e suas matérias-primas. De fato, não existe uma regulamentação ou autorização legal para exercer este trabalho, mas existem duas organizações americanas que certificam profissionais através de vários testes escritos e práticos. O Beer Judge Certification Program, conhecido como BJCP e o Cicerone® Certification Program, são duas das certificações
amplamente conhecidas no mercado cervejeiro.

O BJCP é o mais conhecido no Brasil e também o mais utilizado pelos profissionais da área. Eu resolvi começar minha busca por uma certificação por ele. Confesso que demorei pra tomar esta decisão e realmente acredito que deveria ter feito antes, no início de meus estudos com cerveja. Isso porque, me surpreendi positivamente com a qualidade do conteúdo dos materiais de estudo, e o melhor, são todos gratuitos e há também em português. Além disso, tem um guia de estudos, ou seja, há uma orientação de como estudar e quais passos seguir para obter sua certificação.

Portanto, meu primeiro passo foi baixar todo material do site e elaborar meu plano de estudos que basicamente, foi dividido em duas formas: uma de estudo teórico no qual fiz sozinha e outra de estudo prático com avaliação de cervejas em grupo. Após os estudos me inscrevi para o teste online e ao passar nesta prova fiquei apta a fazer a prova de degustação. A prova de degustação envolve a análise de seis cervejas de estilos diferentes podendo ser adulteradas ou não. Não é com consulta ao guia de estilos. Cada cerveja deve ser avaliada em média em 15 minutos e a prova
dura um total de 1 hora e 30 minutos.

A prova pode ser realizada em português e  são organizadas periodicamente por outros juízes BJCP. Para saber quando terá uma nova tem que acessar o site do BJCP e verificar o calendário. Como não tem um curso específico para o BJCP, algumas ACERVAS – Associações de Cervejeiros Caseiros, promovem cursos rápidos com dicas e informações sobre os testes. Vale consultar a ACERVA da sua região antes de começar seus estudos.

Além disso, aqui vão algumas dicas minhas pra quem quer começar:

  • fazer dois métodos de estudos, um deles é formar um grupo de estudos para degustação de cervejas e discussão de estilos, comparando-os; e o outro é estudar sozinho estilos, fazendo também a avaliação da cerveja com a ficha de avaliação utilizada pelo BJCP;
  • realizar treinamento sensoriais de on e off- flavors pois para analisar uma cerveja adequadamente, o profissional avaliador precisa de conhecimentos completos sobre tudo que envolve a produção de cervejas, matérias-primas, processos de fabricação, estilos de cervejas, identificar off-flavors e problemas na cerveja, fazer recomendações de possíveis soluções e melhorias na bebida, o que é também é exigido na prova de degustação;
  • participar de concursos de cervejas caseiras, mesmo como auxiliar na ínicio e depois avaliando as amostras com jurados mais experientes.

Além das provas o BJCP também pontua jurados e auxiliares. Estes ponto contam como pontos de experiência que são associados as suas notas nas provas para definir em qual nível de experiência  você está e além disso, os pontos anteriores a realização da prova já contam.

Caso tenham dúvidas, mandem e-mail: femeybom@gmail.com. Boa sorte nos estudos!

Fernanda Meybom BJCP Certified Beer Judge (com orgulho!)

One Comment

  1. Cleide Paulino

    Valeu demais as dicas, eu que nem era bebedeira de cerveja me vi apaixonada por IPA e experimento várias e não quero ser só mais uma e sim adquirir conhecimento e falar com propriedade. Obrigado! Parabéns!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*