Quatro estilos de cerveja para experimentar no verão

Com as altas temperaturas, as opções mais procuradas são aquelas leves e refrescantes. O sommelier da Bier Vila (SC) indica rótulos para apostar.

Entre tantos estilos – mais de 120 – é possível encontrar a opção ideal para cada ocasião, evento e até mesmo época do ano. Com a chegada do verão e as altas temperaturas, os rótulos mais densos e lupulados começam a dar lugar para os leves, refrescantes e frutados.

Ulysses Kreutzfeld, sommelier e sócio da Bier Vila, em Blumenau, comenta que não existe certo ou errado quando se fala em cerveja artesanal. “O bacana é exatamente isso: experimentar novos sabores até encontrar aqueles que mais agradam. Mas nessa época do ano, com o calor predominando, muitos preferem as opções que trazem mais frescor”, diz.

O sommelier indica quatro estilos para experimentar no verão:

Witbier: da escola belga, essa cerveja traz um aroma levemente adocicado, com acidez moderada e notas cítricas de laranja ou raspas de limão siciliano são facilmente identificadas. Um toque herbal também é notado, vindo do coentro. No paladar, o estilo possui um amargor baixo a moderado, deixando sobressair os sabores frutados e de especiarias, o que o torna bem refrescante. “Uma boa pedida é o rótulo Ângela, da Hemmer’s Bier”, diz Ulysses.

Catharina Sour: o primeiro estilo genuinamente brasileiro está conquistando os paladares de apaixonados pela bebida de todo o mundo. Com acidez leve e bastante frescor, a Catharina Sour traz como principal característica a adição de frutas. “Diversas marcas já estão apostando nesta cerveja, por isso, opções não vão faltar. A minha indicação é a Sun of a Peach e a Maracujá, da Cerveja Blumenau, além da Camomila Pitanga, da Antídoto”, comenta.

Gose: “este estilo alemão divide opiniões, por ser levemente salgado. Mas cai super bem com o clima mais quente. É uma cerveja bem carbonatada, bastante cítrica e, por isso, refrescante”, afirma. Segundo o sommelier, duas boas representantes da Gose é a Sal & Pimenta, da Antídoto e a Maré Gose, da Itajahy.

Session IPA: para quem gosta de uma bebida mais amarga e lupulada, mas que traz um pouco de frescor, este estilo é uma boa opção. A versão mais leve da IPA tem alto drinkability, sem abrir mão da complexidade e sabores que o rótulo propõe. “Um dos meus favoritos é a Capivara Session IPA da Cerveja Blumenau”, comenta.

Foto: Leo Laps

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*