Régua de degustação — Sabor na medida

Muito usadas para demonstrações de sabores de estilos de cervejas, normalmente numa escala crescente de intensidade de amargor e de teor alcoólico, as réguas de degustação têm cumprido a sua missão de apresentar diferenciações cervejeiras, em especial para os iniciantes.
Cervejeira caseira desde 2015, Tatiane Losnak tem sólida formação cervejeira, sendo sommelier de cerveja pela Associação Brasileira de Sommelier (ABS)/Instituto da Cerveja Brasil (ICB) desde 2016, tendo também cursado Tecnologia Cervejeira Avançada pelo ICB/Weihenstephan. Para ela, a coisa mais importante para montar uma régua é o objetivo, porque é ele que orienta todo o restante.
“A marca da casa pode usar a régua para mostrar os estilos produzidos no local; se for um restaurante, pode vir acompanhada e muito bem harmonizada, com o intuito de valorizar exemplares de seus pratos. Já se for um bar de marcas variadas, pode oferecer opções para quem ainda não conhece os vários estilos ali oferecidos ou, até mesmo, réguas de cervejas de um mesmo estilo e de marcas diferentes”, explica.
Leia a matéria completa na edição 52 da Revista da Cerveja.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*