Tribal e Doktor Brau lançam cerveja a favor da inclusão

Cerveja Brut IPA

A paulista Tribal e a mineira Doktor Bräu acabam de lançar uma Brut IPA com rótulo em braille. A ação busca conectar mais pessoas às cervejas artesanais.

O mercado artesanal defende que a bebida é democrática por ter sabores para qualquer tipo de paladar. Mas e se o consumidor não puder ver o que está escolhendo? Esse despertar aconteceu quando uma consumidora com deficiência visual agradeceu o recurso #pracegover que era utilizado nas redes sociais da Cervejaria Tribal.

Segundo dados recentes, a cada cinco segundos, uma pessoa se torna cega no mundo. Além disso, 3,5% da população já declarou ter algum tipo de dificuldade. Dados como esse, fizeram com que as cervejarias se unissem para produzir a Brut IPA, uma cerveja com 40 IBU e 8% de teor alcóolico.

De corpo leve, coloração dourada e espuma persistente, a cerveja possui notas que remetem amora e limão no aroma e no sabor, devido ao mix de lúpulos utilizados. A cerveja pode ser encontrada em garrafas de 375 mL, em pontos de venda por todo país, como no Bar Ambar e o EAP, em São Paulo.

“Para nós a deficiência visual não deve ser um empecilho na hora de escolher o que comer e beber, e o mercado craft precisa ter esse olhar mais inclusivo e democrático”, contam os sócios da Tribal, Cassio Sanchez e Rebeca Barreto.

“De acordo com dados do Censo 2010 do IBGE, no Brasil existem mais de 6,5 milhões de deficientes visuais, então decidimos chamar a atenção para o sistema de leitura tátil, que favorece a inclusão dessas pessoas na sociedade”, explica Nuberto Hopfgartner, sócio da Doktor Bräu. “E tem mais: o rótulo traz uma frase que só quem lê Braille saberá qual é”, instiga ele.

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*