Uaimií expandindo os (belos) horizontes da cerveja

A ideia, desde o início, era fazer uma fábrica-bar onde se pudesse consumir cervejas frescas, feitas no próprio local, proposta que foi concretizada pelos sócios José Mauricio Siqueira, Normando Campos Siqueira e Orlene Lopes Campos Siqueira em setembro de 2014.

Uaimií é o nome da região onde está localizado a fábrica e é como os índios chamavam o Rio da Velhas, um grande rio que corta todo o estado de Minas Gerais. O sócio Normando lembra que em 2014, quando foi montado o bar em Belo Horizonte, era proibido produzir e vender no mesmo local, por isso a fábrica fica na fazenda, em Itabirito, e o bar fica em Belo Horizonte. Ele é uma espécie de “faz tudo” na cervejaria: sócio, mestre-cervejeiro, motorista e o que mais precisar.

Normando explica que os sócios já tinham o interesse de montar uma cervejaria. Então, foram para a Europa para ver as opções de cervejaria dentro do tamanho e capacidade que tinham. “Voltamos com a certeza de que teríamos que montar uma cervejaria de fazenda. Aí foi mais fácil, pois a família já tinha uma de produção de flores, numa região histórica de Minas Gerais, cruzada pela Estrada Real e cheia de história”, diz. A ideia do pub também surgiu na Europa, depois de muitas visitas a estabelecimentos similares.

Quer ler a matéria completa? Adquira a edição #36 da Revista da Cerveja.

Foto: André Luppi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*