Acerva Paulista realiza primeiro Festival de Cervejeiros

O festival acontece de 20 ao 22 de novembro e inclui palestras internacionais, painéis e festa, com shows e cervejarias convidadas.

E não. Este não é um encontro restrito a sócios da Acerva Paulista. Estão todos convidados a prestigiar um final de semana estendido de troca de conhecimento sobre cerveja, que se encerra com uma confraternização ao ar livre.

Organizado pela Acerva Paulista, em parceria com o Instituto da Cerveja Brasil e Cervejaria Invicta (SP), o evento ocorre na sede da ICB e conta com uma farta programação de palestras e painéis, com temas que abarcam desde a elaboração da bebida, passando por técnicas de produção à tendências de mercado.

Antigos conhecidos do segmento no Brasil e palestrantes internacionais foram convidados para falar sobre off-flavors, fermentação espontânea, lúpulo, Sour Beers, entre outros assuntos. Nomes como o mestre-cervejeiro e proprietário da Hanscraft & Co, da Alemanha, Hans Müller, André Cancegliero, da Urbana (SP), e o jornalista Luís Celso Jr. vão comandar algumas das atividades.

Já o domingo é reservado para relaxar. A festa será realizada na Associação Cecília, espaço cultural de São Paulo, que vai receber, além de um público ávido de boas cervejas, food trucks, apresentações musicais e cervejarias. Começa cedo: às 11h. E por acontecer na rua, também tem hora para terminar: às 19h.

As inscrições  para o evento podem ser feitas pelo site da Acerva Paulista, através deste link, custam R$250 para sócios de qualquer Acerva do Brasil e ex-alunos ICB, e R$300 para os demais. O Instituto da Cerveja Brasil fica na Avenida das Carinás, 417, no bairro Moema. A Associação Cecília fica na Rua Vitorino Carmilo, 449, em Santa Cecília.

folder-icb-02

Confira, abaixo, a programação das palestras: 

Off-flavors – Pat Fahey (sétima pessoa no mundo a se tornar Mestre Cicerone, Estados Unidos) Como identificar os principais desvios no sabor da cerveja, as possíveis causas e como evitá-los.

Reinheitsgebot –  Hans Müller (Mestre-cervejeiro e proprietário da Cervejaria Hanscraft & Co, Bavaria, Alemanha) Breve história da Lei da Pureza: riscos, benefícios, criatividade e o futuro da lei. Müller também mostra como opera uma cervejaria na Bavaria que segue a Lei da Pureza.

Fermentação espontânea e láctica — Nathan Zeender (Mestre-cervejeiro e co-fundador da Right Proper Brewing Co, dos Estados Unidos) Fermentação com Brettanomyces e bactérias de ácido láctico estão abrindo novas e emocionantes fronteiras de sabores. Zeender fala sobre o o uso dos microorganismos que até pouco tempo eram considerados pragas pelas cervejarias.

Lúpulo, lúpulo e mais lúpulo – Leonardo Sewald (Sócio-proprietário da Cervejaria Seasons) Técnicas avançadas de lupulagem. Sewald ensina a criar uma IPA, dá dicas para o aperfeiçoamento no uso do lúpulo e ensina aspectos associados ao seu manuseio.

Loucuras na panela – Humberto Ribeiro (Cervejeiro caseiro e proprietário da cervejaria Jambreiro) e Fred Ming (Cervejeiro caseiro e sócio-proprietário da Cervejaria Capitu) Os cervejeiros que começaram na panela e criaram suas cervejarias fazem uma apresentação sobre uso de ingredientes e técnicas inusitados.

Painéis:

Sour Beers no Brasil — O futuro deste estilo que começa a chegar no Brasil e como as sours são recebidas pelo público geral.

Tradição X Inovação — Uma discussão sobre o uso da Lei da Pureza na produção de cervejas no Brasil, seus benefícios e obstáculos e o uso de ingredientes inovadores.

Movimento cervejeiro — Movimento cervejeiro no Brasil e no mundo, evolução do mercado, novas tendências, e o que esta revolução implica no consumidor.

Diferenças entre cervejeiros caseiros e profissionais — Uma discussão com cervejeiros caseiros que criaram uma marca e agora produzem em microcervejarias.

 

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*