Turismo cervejeiro — Não guarde rancor, guarde dinheiro para viajar

Por Ana Pampillon, turismóloga, sommelier de cervejas, coordenadora da Rota Cervejeira RJ e atuante no mercado de lúpulo brasileiro.

Quando vi essa frase, que não é de agora, achei muito pertinente para o momento atual. Hoje falo em nome da Rota Cervejeira RJ. Um projeto associativista que reúne 25 cervejarias da região serrana do Rio, que possuem ofertas cervejeiras que fomentam a economia de toda uma região através da ferramenta “cerveja” (ou seria turismo cervejeiro?).

A associação (ACCERJ – TUR), surgiu em um período de crise, logo após as trágicas chuvas na Serra Verde Imperial, em 2011. E, agora, também em momento de crise, as forças estão voltadas para repensar esse modelo que foi tão importante naquele tempo.

Hoje, novos modelos de negócios estão sendo repensados para receber o turista em um momento em que as pessoas estarão ansiosas para colocar o nariz fora de casa e beber uma boa cerveja.

Claro que em um primeiro momento, todos ficarão por perto, lugares abertos e com poucas pessoas. Com isso, essa região que é rica em natureza, em turismo de aventura, em turismo rural, em turismo histórico, será uma combinação perfeita para atrair turistas do próprio estado.

Assim, as regiões ricas em turismo cervejeiro, assim como o turismo em geral, vão poder apresentar seus produtos em novos modelos de negócios. Sim, será o momento de conhecermos nossa própria história!

One Comment

  1. Parabéns pela matéria!!!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*