Caropreso com cerveja — Descobrindo preciosidades

Por Luiz Caropreso, sommelier de cervejas, professor pela Doemens Akademie e diretor da BeerBiz  — Cultura Cervejeira.

Olá meu amigo cervejeiro.

Um grande prazer que tenho é descobrir novidades deliciosas e dividir esses achados com você. O Brasil já tem mais de oitocentas cervejarias, a maioria pequenas e médias, onde exímios cervejeiros produzem verdadeiras obras de arte, de diversas cores aromas e sabores. Neste mês trago aqui mais quatro preciosidades.

CromaCerveja: 3 Little Birds

Cervejaria: Croma Beer – Rua Harmonia, 472 – Vila Madalena

São Paulo – SP

Estilo: Russian Imperial Stout

ABV: 12%

Estes dias mais frios, já com a aproximação do inverno, pedem cervejas mais alcoólicas, densas, dessas de se beber à beira da lareira, com uma boa companhia, que não precisa necessariamente ser a pessoa amada, mas se for melhor ainda.

Pois esse é o caso da 3 Little Birds da Croma, uma cervejaria paulistana cujo Brew Pub fica no badalado e agitado bairro da Vila Madalena. Aliás, vale a pena visitar o lugar. A casa foi montada com extremo cuidado e bom gosto. Das mesas pode-se apreciar a cervejaria, com seus vistosos tanques de inox e das torneiras, extraem-se cervejas invariavelmente impecáveis e deliciosas.

É o caso da 3 Little Birds, uma Russian Imperial Stout com adição de Coco Queimado, Chocolate e duas Baunilhas: Madagascar e Tahiti.

Uma “pastry stout” de corpo alto e textura aveludada (leva aveia além dos maltes) que tem coloração marrom bem escuro. Sua linda espuma bege é quase uma mousse. Ao se abrir, aromas intensos de chocolate invadem o ambiente. Na boca, além do cacau, passeiam sabores adocicados de baunilha e tropicais do coco queimado, deixando no retrogosto um suave gostinho doce.

Harmoniza muito bem com queijos intensos como parmesão e pecorino. Uma grande parceira para um fondue de queijo e doces a base de chocolate. Mas se você for um purista, ela, por si só, já é uma sobremesa.


CapungaCerveja: Capunga American Blond Ale

Cervejaria: Capunga Craft Beer, Igarassu – Grande Recife – PE

Estilo: American Blond Ale

ABV: 5%

Se no sul e sudeste estamos começando a sentir temperaturas mais baixas, no nordeste o sol intenso continua aquecendo a todos. E nada melhor para o clima do “inverno nordestino” que cervejas refrescantes e leves. Com essa ideia, a Capunga, cervejaria  localizada na Grande Recife num lugar privilegiado, cercada de belezas naturais intactas, coloca no mercado sua American Blond Ale. A base de maltes se compõe do pilsen, melanoidina e um toque de malte de trigo, que traz aquela acidez sutil. Ela também leva lúpulos americanos cujo perfil aromático cítrico/frutado caiu no gosto dos brasileiros.

Na taça traz um dourado vivo, coroado por linda espuma branca. Os aromas sutis de malte, seguidos por limão siciliano e frutas tropicais se repetem na boca. O que não falta na Capunga Blond Ale é equilíbrio e refrescância.

Vou propor uma harmonização cultural. Peixes e frutos do mar fritos, bem sequinhos. Carne de sol na tábua com macaxeira cozida, farofa de ovo e vinagrete. Para sobremesa, uma fatia de Bolo Souza Leão ou de Bolo de Rolo.


Angel TripleCerveja: Angel Triple

Cervejaria: X Craft Beer, Brasilia – DF

Estilo: Belgian Tripel

ABV: 9,1%

Brasília é uma cidade instigante. A capital do pais, além de ser a base politica, de onde saem as decisões que norteiam os rumos do Brasil, tem toda uma aura mística e espiritual e também abriga a cervejaria de um dos cervejeiros mais perfeccionistas que eu conheço, Alexandre X, o dono da primeira cervejaria cigana da cidade, Microcervejaria X, hoje X Craft Beer.

A Angel Tripel, que está sendo relançada neste mês, foi o primeiro rótulo da cervejaria. Produzida nas panelas em 2011, já naquele mesmo ano foi premiada como a melhor cerveja no concurso promovido pela AcervA Paulista e Cervejaria Bamberg.

No visual apresenta cor dourada, com leve turbidez e formação de espuma alva abundante e persistente. Além das características aromáticas da levedura belga,  possui aromas de frutas amarelas e especiarias. Na boca, equilíbrio entre leve dulçor e suave amargor. Tem corpo médio e termina trazendo algum aquecimento com final seco.

Combine com queijos de mofo branco como brie e camembert, ou com o premiado queijo Tulha da Fazenda Atalaia acompanhado de geleia de manga  pêssego ou pimenta. Carnes de aves assadas ou grelhadas, como o paulistano “frango de padaria”, também são um belo acompanhamento.


UnicornCerveja: Unicorn NEIPA

Cervejaria: Startip Brewing Company, Itupeva, SP

Estilo: NE IPA

Teor alcoólico: 6,5%

O unicórnio é o símbolo das startups, modelo de empresas modernas, geralmente ligadas à alta tecnologia. Não por acaso foi o nome e o ícone escolhido pela Startup Brewing Company, que, mais do que produzir sua própria linha de cervejas, é  incubadora e provedora de tecnologia para várias cervejarias pequenas, bem como ciganas.

E para mostrar que eles não brincam em serviço, estão colocando no mercado sua Unicorn NE IPA, uma excelente representante do estilo.

No copo, a cerveja se apresenta turva, com linda coloração amarela, lembrando suco de fruta, para o delírio dos “instagrammers” de plantão. Nos aromas e sabores, uma profusão de cítricos e de frutas tropicais, emprestados pelos lúpulos americanos.

Tem corpo médio, traz adocicado sutil e amargor delicado como pede o estilo. Experimentem acompanhar com saladas e pratos leves como peixes de mar na manteiga, guarnecido com risoto de limão siciliano.

Na praia dos doces, cheese cake de limão siciliano ou de laranja. Se você produz cervejas bacanas e quer ver suas criações aqui, entre em contato comigo através do e-mail luizcaro@gmail.com. Estou sempre atrás de boas novidades.

Até o mês que vem.

>> Leia a última coluna de Luiz Caropreso

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*