Caropreso com cerveja — Uma noite memorável

Caropreso

Por Luiz Caropreso, sommelier de cervejas, professor pela Doemens Akademie e diretor da BeerBiz  — Cultura Cervejeira.

O alerta de mensagem do Whatsapp toca as 17h30. Era Juh Santos, uma das pessoas mais queridas, carinhosas e competentes do segmento cervejeiro dizendo: é hoje. Vale dizer que conheci a Juh há uns oito anos, ela como vendedora da Colorado e eu como gerente no saudoso e icônico Melograno em São Paulo.

Sempre muito gentil e solicita, nunca me deixou na mão. Várias vezes, quando numa sexta-feira o movimento da casa superava nossas previsões, ela me socorria levando um barril de chope no próprio carro. Um belo dia, na primeira aula de uma nova turma do curso de formação para sommeliers de cervejas onde eu lecionava, sou surpreendido com a presença dela entre os alunos.

Mais que fornecedor e cliente, ou aluna e professor, nos tornamos amigos. Ela havia me convidado para o lançamento de três novos rótulos da Cervejaria Antuérpia, de Juiz de Fora/MG, no Frangó, um dos pioneiros entre os bares de cervejas especiais de São Paulo. Aliás, acredito que seja a casa paulistana mais antiga que trabalha com cervejas especiais, pois eles atuam desde 1987. São 32 anos promovendo a cultura cervejeira.

Naquele dia eu havia me “enrolado” muito, pois chovera uma barbaridade em São Paulo, mas não poderia deixar de atender ao convite de minha amiga. Em 40 minutos eu chegava ao Frangó. Me dirigi ao andar inferior e fui recebido com um sorriso largo pela Juh, que me encaminhou para uma mesa onde já se encontravam Cassio Piccolo, um dos sócios da casa, e Saulo Oliveira, dono da cervejaria Antuérpia.

Imediatamente, Saulo me apresentou a Névoa Galaxy, uma New England APA leve e equilibrada, com 5,2% de ABV, exalando frutas tropicais e aromas cítricos característicos das cervejas feitas com a levedura australiana, de coloração dourada intensa e com ótima formação de espuma. Para acompanhar, uma porção quentinha das deliciosas coxinhas de galinha com catupiry, na minha opinião o carro-chefe do cardápio de petiscos do Frangó. Muito sequinhas, com a casquinha crocante envolvendo uma massa cremosa e que abraça saborosos pedaços de frango e um naco do requeijão.

Enquanto me deleitava, engatei num papo gostoso com Cassio e Saulo, falando sobre o passado e perspectivas pro futuro do segmento cervejeiro, fortalecendo minha convicção de que o mercado das cervejas especiais só vem crescendo por conta da obstinação e do empenho dos profissionais que nele atuam, mesmo com todas as mazelas que vemos diariamente nas esferas politica e econômica

deste país.

Na sequência, fui servido da Antuérpia American IPA. Linda, dourada e intensa. Dessas que agradam a  qualquer hop head maluco por lúpulos. Muito aromática, com amargor bastante evidente e 5,9% de teor alcoólico, harmonizou muito bem com uma porção de porpetinhas de porco picante, sequinhas por fora e suculentas por dentro, feitas com carne suína levemente apimentada. Os lúpulos potencializam os  condimentos do petisco, deixando a experiência mais empolgante e saborosa.

E quando eu pensava que a noite já estava perfeita, Saulo me oferece uma taça da estrela danoite: a Tabla Brut IPA. No serviço, a taça se tinge de um lindo amarelo claro, quase palha, coroada por espuma densa. Nos aromas, cítricos e uma surpreendente uva branca se destacam. Na boca, não aparenta seus 7% de ABV. É muito equilibrada, traz amargores que passeiam rapidamente pela boca, deixando um final seco e elegante, que pede mais um gole. Ou vários.

Para acompanhar, Cássio ofereceu duas especialidades da casa: o galeto assado, de pele crocante e carne tão macia que solta dos ossos, e o frango à passarinho, muito bem fritinho e temperado na medida certa com alho e salsinha. Foi realmente uma noite memorável. Se estiver em São Paulo e quiser repetir minha experiência com essas harmonizações, dê um pulo no Frangó. Eles funcionam de terça a domingo.

Um abraço para todos e até o mês que vem.

Serviço:

Bar Frangó
Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó, 168 – Freguesia do Ó, São Paulo – SP
Cervejaria Antuérpia
Rodovia BR 040, km 800, nº 45, Av. Empresarial Park Sul, Matias Barbosa – MG

 

>> Confira a coluna anterior de Luiz Caropreso

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*