Profissão cerveja: com quantas garrafas de cerveja se faz um concurso de cervejas?

Fernanda Meybom

Por Fernanda Meybom, engenheira química, sommelier e Mestre em Estilos e Avaliação de cervejas.

Os concursos de cerveja, de forma geral, classificam e premiam cervejas dentro das características técnicas de cada estilo. A premiação pode se estender as cervejarias e também para as melhores cervejas do concurso, sendo que neste último caso, normalmente, não há separação por estilo.

Apesar dos concursos serem parecidos em seus quesitos, cada um deles tem um regulamento específico e é imprescindível antes de inscrever uma cerveja, que estas regras sejam atentamente lidas e corretamente observadas. Dentre elas, hoje destaco a questão de quantidade de garrafas de cada cerveja inscrita que os concursos solicitam. Esse quantitativo varia muito de uma competição para outra e resulta em algumas implicações tanto para cervejaria quanto para os próprios organizadores de concursos.

De forma geral, de três a seis jurados avaliam as amostras. Cada amostra para avaliação tem em torno de 50 a 100 mL de cerveja e dependendo da quantidade de cervejas inscritas em um determinado estilo e sua classificação nele (quando a pontuação da cerveja é mais alta), as cervejas poderão ser avaliadas em mais etapas até a fase final onde são concedidas medalhas.

Outro fator que interfere na quantidade de garrafas é a quantidade de cervejas inscritas em um determinado estilo. Quando o estilo tem muitas inscrições há necessidade de mais etapas de avaliação e portanto há necessidade de mais garrafas desta mesma cerveja. Alguns concursos como World Beer Cup e o próprio Concurso Brasileiro de Cervejas, informam em seus editais que poderão solicitar garrafas extras para estilos com número elevado de inscrições, como IPA, Weiss ou APA, por exemplo.

A seguir temos as quantidades que alguns concursos dos quais cervejarias brasileiras mais participam solicitam, ou solicitaram em sua última edição.

Cervejas

Copa Cerveja Brasil – ABRACERVA – Brasil – 604 inscrições

6 garrafas, sem especificação de volume.

O excedente é distribuído como forma de pagamento a equipe de voluntários e destinado a festa de premiação.


South Beer Cup – Brasil e Argentina – 902 inscrições

3 garrafas, qualquer volume.

O excedente de cervejas é utilizado como pagamento dos serviços dos voluntários.


Copa Cerveja POA – Brasil – 1260 inscrições

5 garrafas, sem especificação de volume.

O excedente é distribuído para pagamento a equipe de voluntários.


Brussels Beer Challenge – Bélgica – 1522 inscrições

até 500 mL: 4 garrafas

acima de 500 mL: 2 garrafas


Copa Cervezas de America – Chile – 1685 inscrições

• menos de 301 mL:  8 garrafas

• de 301ml a 499 mL: 6 garrafas

• de 500ml a 700 mL: 4 garrafas

• Mais de 701 mL: 3 garrafas


AIBA – Austrália – 2178 inscrições

6,4 litros no total (em torno de 13 garrafas de 500 mL). Não há especificação quanto ao volume das garrafas.


European Beer Stars – Alemanha – 2344 inscrições

mais de 500 mL: 12 garrafas

até 500 mL: 18 garrafas


Concurso Brasileiro de Cervejas – Brasil – 3115 inscrições

8 garrafas sem especificação de volume.

Para estilos com mais inscrições como: IPAs, Pale Ale, Catharina Sour, Witbier, Hefeweizen e Lagers, são 9 garrafas. A organização também informa que dependendo do número de inscrições poderá aumentar o número de amostras.

O excedente de cervejas é utilizado como pagamento dos serviços dos voluntários.


World Beer Cup – Estados Unidos – 8.234 inscrições

de 323 mL a 588 mL: 12 garrafas

de 589 mL ou mais: 8 garrafas

Em algumas categorias poderão ser solicitadas mais amostras devido ao número de inscrições.

O excedente de cervejas é utilizado como pagamento dos serviços dos voluntários.


De forma geral, concursos que tenham em torno de 4000 inscrições podem ser bem realizados com seis garrafas de cada cerveja inscrita, se tomarmos com base em termos de proporção, o maior deles o World Beer Cup.

A relação número de inscrições e quantidade de garrafas impressiona no European Beer Stars, e isto pode até sinalizar uma dificuldade para cervejarias brasileiras inscreverem suas cervejas, pois além da inscrição ser em Euro (logo mais cara), ainda tem o custo de envio de 12 a 18 garrafas para cada rótulo que for inscrito.

Além do custo da cervejaria, o custo para o concurso também acaba sendo maior, pois a armazenagem e toda a logística de identificação de garrafas/serviço/refrigeração também fica um pouco mais complicada.

Em tempos de disseminação de concursos tanto em nosso país quanto mundo a fora, a transparência com regras e métodos de avaliação das cervejas e também, o cuidado em facilitar para que cervejarias participem das competições, podem ser um fator determinante na participação das mesmas.

Ou seja, o custo do concurso vai muito além do valor das inscrição, pois ainda engloba frete, que não é algo barato no Brasil, além do próprio custo das garrafas. Afinal, para pequenas e micros esse custo também conta, e bastante!

>> Confira a coluna anterior de Fernanda Meybom

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*